Pessoal PNL Profissional Vida em Geral

Das Encruzilhadas às Catarses

Nossa vida é cheia de momentos onde encontramos encruzilhadas.

São situações, ou conjunto de situações, repletas de sensações, sentimentos, experiências e aprendizados que produzem descobertas e insights, permitindo toda uma série de mudanças em nossas vidas. São oportunidades de se encontrar, conhecer a si mesmo e evoluir.

É normalmente quando a catarse ocorre.

Encontrei um momento desses ano passado e não tinha parado para escrever a respeito.

Até hoje.

O processo de catarse é muito bem documentado na psicologia e psicanálise. Na maioria das vezes, temos pouco ou nenhum controle sobre ele e somos vítimas das circunstâncias em que ocorre. Raramente trabalhamos em prol de nos entender e provocar o surgimento desses insights. Mas não é assim à toa. Agimos para que seja dessa forma.

Escute as pessoas ao seu redor e perceba como a maioria vive em função da preservação do status quo, da manutenção da zona de conforto. Na verdade, as pessoas em nossa sociedade tem isso como meta!

O sonho de boa parte da população é:

  • ter dinheiro;
  • não ter responsabilidades;
  • trabalhar pouco;
  • dormir muito;
  • comer de tudo;
  • beber toda semana, mais de uma vez;
  • balada;

Veja como os pontos acima nada mais são do que uma sequência de coisas que preservam o status quo e o prazer momentâneo gerado por momentos efêmeros.

Você vive para trabalhar cinco dias e encher a cara no fim de semana? Você vive para ganhar dinheiro suficiente para usufruir da balada ou para encher sua vida de compras e bens materiais, em busca de preencher um vazio existencial com uma felicidade ligeira?

Agora, pare e pense: o que você tem dito para você mesmo? O que você tem dito para as pessoas próximas?

Que você tem “problemas”?

Que tudo é muito difícil?

Que a vida é injusta?

Que ninguém entende você?

Que não aguenta mais apenas sobreviver mas, ao mesmo tempo, se põe vítima das circunstâncias e da vida?

O que VOCÊ tem feito para mudar isso? Se você tem problemas, se está tudo muito difícil, se a vida é injusta e ninguém entende você, amigo, sinto dar más notícias, mas ESSE É o SEU status quo! Essa é a a SUA zona de conforto pela qual VOCÊ tem se esforçado para manter! Essa é a sua existência, resultado das suas ações (ou falta delas, o que para Sartre e para muitos não deixa de ser uma ação por omissão).

Agora, seja verdadeiro consigo mesmo e analise: você tem evitado entender a sua própria vida, enfrentar seu eu, seus medos, angústias ou passado porque os insights podem trazer dor e a catarse pode provocar uma mudança do seu status quo? Pode forçar o desaparecimento da sua zona de conforto? Você tem recorrido à efemeridade dos sonhos pautados por prazeres momentâneos para compensar pelo não enfrentamento de sentimentos que vão dentro do seu peito?

Não se surpreenda, isso é muito comum. Na sociedade atual, a busca pelo dinheiro é exacerbada como habilitador dos prazeres momentâneos. Não tenho problema algum com ter dinheiro, dormir muito, beber eventualmente e ir pra balada… mas meu nobre leitor, essas não podem ser as razões exclusivas de sua existência.

Pior, essa não pode ser a razão de sua existência por omissão!

(…)

E por que eu contei toda essa história?

Porque eu tive a oportunidade de mudar tudo isso e quero que você também tenha.

Eu passei por algumas dificuldades em minha vida e hoje agradeço a elas porque me fizeram crescer, além de perceber que eu precisava! A vida não só me mostrou que eu tenho muito a aprender como eu precisava mudar rapidamente. Mas até ano passado, os insights e catarses foram fruto do que aconteceu comigo. O barquinho da minha vida navegava à sorte da correnteza. Você se sente assim?

De fato, fazemos muito pouco para entender a nós mesmos. Fazemos muito pouco para criar situações onde as catarses sejam naturais porque, afinal, dói.

No terceiro fim de semana de agosto de 2016, eu vivi, provavelmente pela primeira vez, uma encruzilhada buscada por mim, com a intenção de ter insights sobre a minha vida, me entender melhor e abrir a porta para que os entendimentos ocorressem.

Eu renasci. Nossa, como minha vida mudou. Como é fantástico ouvir das pessoas, cada vez mais, que mudei para melhor. Como é engrandecedor olhar para trás e ver o caminho percorrido e a evolução obtida.

Foi um processo inesperado. Digo isso no sentido de não ter a mínima ideia do que aconteceria naquele fim de semana. E isso foi muito bom, pois além do segredo fazer parte do processo em si, ele me ajudou a compreender como situações de ansiedade afetavam a minha vida.

Eu já estava procurando algo que pudesse me mostrar o caminho. Eu já tinha achado dentro de mim a necessidade de evoluir como pessoa, melhorar minha comunicação, inteligência emocional e, principalmente, melhorar a forma de encarar o mundo, só não sabia como.

Em julho de 2016, minha querida Mirella me contou sobre o Life. Quando ela me disse do que se tratava, procurei no site da EBPNL mais detalhes e e fiquei particularmente intrigado com a proposta. Convenhamos, é desafiante participar de um treinamento sem ter maiores detalhes sobre o que acontece lá. É, digamos, não só um passo de fé como de confiança em quem recomenda.

Sem poder entrar em mais detalhes sobre o treinamento em si, acredito que o que fala mais a favor dele são as vidas que saíram de lá transformadas. São milhares de pessoas que, como eu, encontraram dentro de si a força para continuar. A força para seguir em frente, para se superar, para entender suas existências de forma mais completa e profunda e, a partir daí, poder exercer suas respectivas plenitudes equilibradamente. São milhares de vidas que, frequentemente, afirmam que vivenciaram o melhor fim de semana de suas vidas.

Hoje, vejo aquele fim de semana como o início e uma jornada. Uma jornada de auto conhecimento e desenvolvimento pessoal que não pretendo interromper. Cerca de seis meses depois, fiz outro treinamento de cunho emocional da escola, o “Realizando O Impossível (ROI)“, que de forma complementar, me permitiu achar dentro de de mim a atitude que eu precisava para ter sucesso na vida.

Tenho aprofundado meus estudos em desenvolvimento humano junto com a minha cara-metade e encontrado uma nova missão em minha vida, junto com ela: ajudar os outros. Ajudar as pessoas a se desenvolver, a se encontrar e encarar os desafios de frente.

Tudo que o ser humano consegue, eu também consigo!


Notas e Referências

É importante mencionar que nenhum dos treinamentos tem cunho religioso ou entra em conflito com crenças religiosas de qualquer natureza. Tanto o treinamento Life como o ROI são processos vivenciais de natureza emocional e pautados em neurociência e programação neuro linguística.

Links

 

 

 

6 comentários

  1. A cada dia que passa vou estando mais em comunhão com a ideia de que é preciso: quebrar, fragilizar, entregar, render… para renascer! E fico radiante de cada vez que encontro testemunhos, por esse mundo fora, que refletem isso mesmo! ^_^